Contra os condecorados cadastrados

Informações recentes no universo dos bolseiros. Notícias da imprensa sobre ciência são também bem-vindas.
Responder
Torgal
cientista sempre presente
cientista sempre presente
Mensagens: 1141
Registado: quarta dez 09, 2015 8:17 am
University/ Institute: Minho

Contra os condecorados cadastrados

Mensagem por Torgal » quarta mai 15, 2019 1:14 pm

https://www.publico.pt/2019/05/15/polit ... ca-1872742

Sobre a polémica da eventual retirada da condecoração ao Joe Berardo a minha proposta é que todos aqueles que sejam sentenciados com qualquer uma das penas prevista no Código Penal, inclusive a mais leve de todas a percam automaticamente ao contrário do regime actual que dita que a perda ocorre somente para os casos em que o agraciado tenha sido: “condenado por sentença judicial transitada em julgado pela prática de crime doloso punido com pena de prisão superior a 3 anos.”
Não faz sentido algum que os condenados por penas de prisão de 1 e 2 anos possam manter a condecoração.



_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 21 de Março de 2019 8:22
Assunto: A Presidência da República e o mérito dos investigadores

Ainda relativamente ao email de 19 de Março reproduzo a lista dos ilustres Portugueses (alguns deles até desconhecidos !) que aconselham o Presidente Marcelo relativamente às Ordens de Mérito Civil.

Chanceler: Professora Doutora Maria Helena Vaz de Carvalho Nazaré; Vogais: Embaixador Francisco Seixas da Costa, Dr. Eugénio José da Cruz Fonseca, Irmã Ana Maria de Sousa Vieira, Professor Doutor José Carlos Diogo Marques dos Santos, Professora Doutora Maria da Graça Martins da Silva Carvalho, Engenheira Olga Maria Carrasqueira Laureano, Dra. Maria da Conceição Rodrigues Leal, Dra. Isabel Mendes Furtado

Porém como estes só foram nomeados em 2016 fica assim sem se saber quem foram aqueles que aconselharam o Presidente Cavaco a galardoar a tal estrela e novel co-directora do programa MIT-Portugal. O nome desses pode encontrar-se abaixo onde aparece o antigo Reitor da Universidade Nova, a quem podemos por isso agradecer a referida condecoração.

Chanceler: Embaixador António Pinto da França, Vogais: Gonçalo Aires de Santa Clara Gomes e João Alberto da Rocha Páris, Fernando Guedes Bianchi de Aguiar, Maria João Espírito Santo Bustorff Silva, Francisco Xavier Miranda de Avillez, António Sampaio da Nóvoa, Leonor Freitas e Vasco Maria Guimarães José de Mello.

E assim vão as Ordens do Mérito neste país, basicamente um clube de amigos e conhecidos dos Presidentes eleitos que ditam quem é que na academia e fora dela tem mérito suficiente para ser condecorado. Trágico-cómico é recordar que durante o mandato do Presidente Jorge Sampaio o Chanceler das Ordens de Mérito Civil era nada menos do que o famoso padre Victor Milícias que recentemente foi notícia por maus motivos como bem se escreveu aqui https://jornaleconomico.sapo.pt/noticia ... sso-422258 em artigo que termina com a brilhante frase "Na ‘Democracia’ portuguesa, já só é cego quem fizer questão de o ser".

Quase parecendo por isso que o Presidente Sampaio se esqueceu que antes do 25 de Abril a padralhada dava pareceres sobre a idoneidade moral dos cidadãos e quem não tivesse parecer positivo como sendo um grande Católico tinha muito poucas hipóteses de ter um emprego na Administração Pública. Ou seja antes do 25 de Abril o clero avaliava a moral e depois do 25 de Abril passou a avaliar o mérito. Não está nada mal para o bananal-Portugal !


.
________________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 19 de Março de 2019 7:06
Assunto: Uma cientista levada ao colinho ?

https://www.publico.pt/2019/03/18/cienc ... al-1865879

A imprensa acaba de informar o país (e a comunidade cientifica) sobre o nome da nova Co-Directora do programa MIT-Portugal. É por coincidência a mesma cientista relativamente à qual o Expresso fez grande alarido em 8 de Dezembro de 2017, vide email abaixo.

Hoje mesmo, passado que está mais de um ano da referida noticia/reportagem, é possível saber que a grande estrela (palavras do Expresso) possui pouco mais de 1000 citações no Google Scholar https://scholar.google.pt/citations?use ... AAAJ&hl=en ou que possui um Indice-h platina=15 (aquele índice que favorece investigadores jovens) que não compara muito bem com a maioria dos valores que aparecem nesta lista https://dererummundi.blogspot.com/search?q=platina o que mostra que a sua obra cientifica volvidos que estão 12 anos desde que se doutorou demora a provocar profundo impacto na ciência.

Eu gostaria por isso de saber quem foi o génio que em 2014 quando a obra dela se resumia a 33 publicações indexadas no Scopus achou excelente ideia propor o nome da referida cientista para ser nomeada Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada por méritos excecionais na ciência. Se ela a mereceu então há muitos outros cientistas neste país que também a merecem (como por exemplo os vários HCRs) e que só ainda não a receberam porque pelos vistos não conhecem as pessoas certas.

Não é obviamente propósito deste email desvalorizar a obra dela, porém os factos são o que são e há neste país cientistas com obra científica com muito maior impacto, a que a imprensa não liga nenhuma, que não são convidadas para cargo algum e estão simplesmente...desempregadas, como se comentou aqui viewtopic.php?f=8&t=8704 e esse é o verdadeiro estado da ciência em Portugal.

Responder