Registar    Entrar    Fórum    Pesquisar    FAQ     RSS

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos





Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Portugal e o sistema eleitoral alemão
 Mensagem Enviado: Sábado Abr 20, 2019 5:17 pm 
Offline
cientista sempre presente
cientista sempre presente

Registado: Quarta Dez 09, 2015 8:17 am
Mensagens: 997
Universidade/ Instituto: Minho
Talvez por estarmos na Páscoa e o Espirito Santo ter descido sobre a sua cabeça um conhecido politico foi apanhado a dizer várias coisas que fazem sentido, o que é bastante raro. Disse que as juventudes partidárias são "escolas do mal" e um sinal de decadência do sistema politico onde se aprendem golpadas eleitorais e disse também que Portugal deveria adoptar um sistema eleitoral similar ao alemão para que possam (finalmente) ser eleitos deputados escolhidos pelos eleitores e não pelo chefe do partido. O que é bizarro é que este país seja o mesmo que usa um sistema de justiça baseado no direito Romano-Germânico mas tenha preferido inovar (péssimamente) adoptando um sistema eleitoral muito diferente do alemão que permitiu a tal tomada de assalto da Assembleia da República, comentada no email abaixo e também a tal cleptocracia sobre a qual escreveu o catedrático Nuno Garoupa em 29 de Março no jornal Público.




________________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 7 de Abril de 2019 18:59
Assunto: Pela diversidade profissional minima na Assembleia da República

Começa agora a perceber-se melhor a tal pouca vergonha dos advogados-deputados comentada em 30 de Março no email abaixo. Parece que nossos deputados-advogados não querem receber menos do que o eurodeputado-advogado Paulo Rangel, que como informou ontem o Expresso, ao salário que lhe paga o parlamento europeu junta ainda 10.000 euros mensais por conta de ser o Director de uma sociedade de advogados. O que é curioso é que também de acordo com o Expresso, este Paulo Rangel era o mesmo que quando iniciou a profissão se queixava dos deputados que eram ao mesmo tempo advogados e que na sua opinião tinham por isso "a sua independência diminuída". Tendo em conta que nos últimos 44 anos os advogados "tomaram de assalto" a Assembleia da República, porquanto sempre foram de longe o grupo profissional predominante (quase 20% na presente legislatura), quando de acordo com a PORDATA os advogados representam menos de 1% da população activa o que significa uma aberrante anomalia estatística, talvez fizesse por isso todo o sentido em impor limites que não permitam o referido e vetusto monopólio de uma única profissão em notório prejuízo de uma diversidade profissional mínima na casa da democracia.


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
 
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos


Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Bing [Bot], Google [Bot] e 7 visitantes

 
 

 
Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar mensagens: Proibído
Apagar mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Pesquisar por:
Ir para:  
Alojamento oferecido por David A.