Registar    Entrar    Fórum    Pesquisar    FAQ     RSS

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos





Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: os salários são mais altos do que deviam ser
 Mensagem Enviado: Sexta Mar 08, 2019 4:32 pm 
Offline
cientista sempre presente
cientista sempre presente

Registado: Quarta Dez 09, 2015 8:17 am
Mensagens: 760
Universidade/ Instituto: Minho
https://www.sabado.pt/dinheiro/trabalho ... to_Ultimas

Subscrevo as palavras do Ferraz da Costa, os salários são mais altos do que deviam ser
e por isso há Portugueses que ganham muito mais do que merecem, mas por uma estranha coincidência e ao contrário do que pensa o Ferraz da Costa, esses Portugueses tem quase todos (99%) assento em conselhos de administração.

Infelizmente o Parlamento Português foi cobardemente incapaz de produzir uma única medida para impedir que as empresas como aquela referida no email abaixo de 19 de Agosto, cujo CEO ganha 160 vezes mais do que a média dos salários da sua empresa possam ter acesso a subsídios públicos. No mínimo dos mínimos deviam ter aprovado uma recomendação para que seja enviado aos patrões das referidas empresas cópia do tal artigo comentado abaixo publicado na revista "Economic Analysis and Policy". É verdade que a maior parte dos empresários Portugueses não sabe inglês (técnico ou outro) mas por certo que entre os funcionários/colaboradores desses haverá muitos que sabem e que lhe podem por isso explicar o que lá está escrito.

As palavras do Ferraz da Costa, aquele que ainda hoje é conhecido como o "ex-patrão dos patrões" devem ser lidas no contexto de uma entrevista de um outro "patrão" que disse muito recentemente que o salário mínimo é uma indignidade e que não percebe que poderes mágicos terá um CEO para achar que merece receber muitíssimo mais do que o salário médio da empresa que dirige https://www.publico.pt/2019/03/01/econo ... de-1863576 A distância que separa as palavras de um e de outro traduzem apenas e tão somente aquilo que separa aquele Portugal nojentozito de um outro Portugal mais recente e mais decente, pelo menos no que ao patronato diz respeito.




_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 25 de Setembro de 2018 13:47
Assunto: Parlamento discute finalmente os corporativos abismos salariais

https://www.publico.pt/2018/09/25/econo ... to-1845124

Finalmente na 25ª hora o Parlamento vai discutir aquilo que tanto irrita o CEO Pedro Soares dos Santos (email abaixo) e que já deveria ter sido feito logo no primeiro ano da legislatura. Como também já devia ter sido aprovado um imposto sucessório para heranças de elevado valor, como repetidamente têm defendido o catedrático jubilado Vital Moreira, o qual relembra que essa omissão têm causado espanto a muitos lá fora como o Professor Emérito Robert Skydelski https://causa-nossa.blogspot.com/2016/0 ... presa.html

No Reino Unido, que não é propriamente um daqueles países de forte pendor socialista onde o desrespeito pela propriedade privada é regra, só estão isentas do referido imposto as heranças de valor abaixo de 325.000 libras, havendo porém duas situações em que essa isenção pode subir respectivamente para 450.000 e 900.000 libras https://www.gov.uk/inheritance-tax Porém aceitar isenções acima de 900.000 libras era como se se aceitasse como normal não taxar alguém que ganhasse o euromilhões !

P.S - Note-se que no Japão e na Coreia o imposto sucessório é respectivamente de 55 e 50% do valor da herança. O que poderá permitir explicar que o grupo 1% mais rico do Japão detenha 14% da riqueza daquele país e em Portugal o grupo 1% mais rico detenha nada menos que 28% https://www.econstor.eu/bitstream/10419 ... 002761.pdf

O próprio país bandeira do capitalismo selvagem, pátria do Sr. Trump, recolhe anualmente aproximadamente 20.000 milhões de dólares em imposto sucessório. Se isso sucede num país com um PIB que é aprox. 85 vezes superior ao de Portugal então tal significa que o Estado Português, que está tecnicamente falido, possuindo umas das maiores dividas do Planeta, em percentagem do PIB, têm prescindido anualmente de uma receita de valor aproximado ou mesmo superior a 200 milhões de euros.




_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 27 de Agosto de 2018 4:55
Assunto: O que sabe o CEO Pedro Soares Santos ?

https://www.sciencedirect.com/science/a ... 2617302278

Na sequência do email abaixo interessante artigo no link acima recentemente publicado na revista "Economic Analysis and Policy" e onde se pode ler que existe a "strong evidence that income inequality is potentially an important determinant of corruption" que é óptima contraprova face à egoísta e pouco avisada posição do Sr. CEO Pedro Soares Santos.



_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 19 de Agosto de 2018 12:41
Assunto: A Portuguesa tralha capitalista

Agora que vinda do Reino Unido chegou a Portugal a discussão sobre a exagerada diferença entre os salários médios e os salários dos CEOs de muitas empresas, explorou o Expresso ontem o tema no seu caderno de economia, dando conta do descontentamento do CEO da Jerónimo Martins, Pedro Soares dos Santos, que manda dizer que: "Não me parece que o Estado tenha legitimidade para intervir em matérias de gestão de empresas 100% privadas". Uma afirmação na mesma linha daquela do falecido bilionário Américo Amorim que quando perguntado em plena crise se os ricos não deveriam pagar imposto especial sobre grandes fortunas para ajudar o país disse que não era rico (email abaixo).

Recorde-se que a empresa onde o Sr. Pedro Soares dos Santos ocupa funções de CEO é somente aquela que pratica a maior diferença salarial em Portugal. O Sr. Pedro Soares dos Santos aufere 160 vezes mais do que a média dos salários da sua empresa. E se é verdade que a empresa em questão é 100% privada nada impede porém o Estado de criar um imposto especial para penalizar as empresas com uma diferença salarial superior a 20 vezes ou impedir que tais empresas possam auferir de subsídios públicos, medidas essas que fazem parte do programa do Partido Trabalhista no Reino Unido, país onde recorde-se o próprio Partido Conservador, reduto de capitalistas da pior espécie, contém no seu programa uma secção sobre práticas de pagamento justas nas empresas privadas, precisamente para inibir e evitar poucas vergonhas.

Sobre os desmandos de muitos capitalistas Portugueses já nos basta os calotes de dezenas de milhares de milhões de euros que deixaram na banca. https://expresso.sapo.pt/newsletters/ex ... am-a-solta


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
 
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos


Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 9 visitantes

 
 

 
Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar mensagens: Proibído
Apagar mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Pesquisar por:
Ir para:  
Alojamento oferecido por David A.