Registar    Entrar    Fórum    Pesquisar    FAQ     RSS

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos





Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Vital Moreira, Ordens fora da lei e os sacanistas
 Mensagem Enviado: Domingo Fev 10, 2019 9:17 pm 
Offline
cientista sempre presente
cientista sempre presente

Registado: Quarta Dez 09, 2015 8:17 am
Mensagens: 700
Universidade/ Instituto: Minho
Escreveu bem ontem o catedrático jubilado Vital Moreira no blog Causa Nossa sobre as Ordens "Quando a autorregulação delegada falha, só resta voltar à heterorregulação estadual"
https://causa-nossa.blogspot.com/2019/0 ... a-lei.html
Infelizmente as palavras dele não fazem um diagnóstico fiel do problema na justa medida em que o mesmo não se resume só às Ordem fora da lei (no faroeste fora da lei era gente que se dedicava a actos de bandidagem)

mas também a uma regulamentação de greve, de serviços mínimos e uma lei do emprego público incapazes de salvaguardar o direito à saúde dos mais desprotegidos dos Portugueses, pois eu não conheço nenhum país europeu onde seja possível que os serviços mínimos permitam adiar milhares de cirurgias. Nem eu sabia que houvesse uma classe profissional neste país que pudesse fazer algo que é quase como fazer reféns doentes para daí retirar dividendos económicos. Se os médicos também se lembrarem de repetir a receita, adiando mais uns milhares de cirurgias, até o Governo lhes garantir a todos o que eles bem queiram mais vale fechar o SNS.

Os enfermeiros tem porém razão pelo menos num aspecto, a impunidade dos banqueiros e de outros figurões deste país também contribuem para justificar estas greves selvagens e essa podemos agradece-la aos sacanas-penalistas deste país, os sacanistas.



________________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 7 de Fevereiro de 2019 13:51
Assunto: Refinado exercicio de hipocrisia ou majestosa ignorância jurídica ?

Foram precisos quase dois meses para que o Governo a reboque dos acontecimentos finalmente se resolvesse a meter na ordem a Ordem dos Enfermeiros e começasse a equacionar o uso da requisição civil sugerida no email abaixo do passado mês de Dezembro. Agora aquilo que realmente me interessa é saber quanto tempo teremos ainda que esperar para assistir à revogação do código penal aprovado nos tempos do Sr. Sócrates que descriminalizou burlas e fraudes ? o mesmo que permite ao Sr. Vara dizer que enganou o fisco porque sabe que o espera apenas uma multazinha https://expresso.sapo.pt/sociedade/2019 ... nqueamento
quanto tempo teremos ainda que esperar para assistir à alteração dos curtíssimos prazos de prescrição que salvaram os "gestores" da Caixa ?
quanto tempo teremos ainda que esperar para assistir à revogação do criminoso regime RERT ?
e quanto tempo terá ainda que passar para que neste país seja aprovada uma lei que criminalize o enriquecimento ilícito ? cuja ausência só pode significar duas coisas, velhaco e refinado exercício de hipocrisia ou solene prova da ignorância jurídica dos deputados que em 18 tentativas foram incapazes de produzir uma lei,
ignorância essa que novamente irá ser posta à prova agora que os cidadãos deste país enviaram há poucas semanas uma nova petição ao mesmo Parlamento https://www.dn.pt/edicao-do-dia/16-jan- ... 43910.html



_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 12 de Dezembro de 2018 14:03
Assunto: Quem teceu as linhas com que "coseram" a República ?

https://www.publico.pt/2018/12/11/socie ... gn=1854314

Agora que se ficou a saber que a classe profissional dos enfermeiros resolveu fazer o impensável e radicalizar ainda mais a sua posição, como dá conta a noticia acima, onde se escreve que aqueles profissionais pretendem iniciar no próximo mês uma greve "mais agressiva" !!!!, é caso para perguntar quem foram aqueles que teceram as linhas com que literalmente f...... a República Portuguesa nos últimos 40 anos e que a deixaram não só à mercê da rapinagem mas como agora também se vê refém das exigências de uma qualquer classe profissional ?

Não era suposto que as prioridades da República devessem proteger em primeiro lugar aqueles que não podem pagar hospitais privados ?
O que é que a Republica está à espera para decretar a requisição civil por forma a garantir que não há nenhuma cirurgia importante adiada ?
E já agora que tipo de enfermeiros é que o ensino superior andou a formar nas últimas décadas ?
E mesmo que se admita que todo o processo respeita as péssimas leis que o permitem será o procedimento ético ?
E porque será que a Ordem dos Enfermeiros se limita a olhar para a legalidade do acto e não analisa como é sua obrigação a questão ética que lhe está subjacente ?



______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 8 de Dezembro de 2018 8:38
Assunto: Sobrinho Simões e as perguntas que distinguem a espécie humana

Se como disse há um ano atrás no Palácio de Belém o ilustre Cientista Sobrinho Simões "aquilo que distingue a espécie humana não é a capacidade de dar respostas mas a de fazer perguntas" (email abaixo) vale pena pensar na provocadora pergunta que hoje se faz aqui https://www.publico.pt/2018/12/08/polit ... ve-1853919 Na minha perspectiva porém não sobre o direito que está inscrito na Constituição, mas na definição de serviços mínimos. Faz sentido haver como tem havido greves sem serviços mínimos ? E fará sentido que haja serviços mínimos que permitem que seja possível adiar milhares de cirurgias. E se de um desses adiamentos resultar grave dano para a saúde de alguém ou até a morte quem é o responsável ?



______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 28 de Outubro de 2017 18:14
Assunto: “Cientistas no Palácio de Belém”

No início desta semana o Cientista Sobrinho Simões fez uma apresentação no âmbito da recente e supracitada iniciativa da Presidência da República. Nela referiu que aquilo que distingue a espécie humana não é a capacidade de dar respostas mas a de fazer perguntas. Num interessante e corajoso artigo hoje publicado na pagina 55 do jornal Público https://www.publico.pt/2017/10/28/polit ... do-1790518 e recorrendo por vezes a uma linguagem que a alguns chocará, como por exemplo quando escreve ipsis verbis sobre a apropriação da nossa democracia por uma quadrilha de ladrões, mas que se entende no contexto de recente Acórdão do Supremo Tribunal de Justiça http://www.dgsi.pt/jstj.nsf/954f0ce6ad9 ... enDocument
a autora, a jornalista São José Almeida acaba o mesmo a fazer várias e importantes perguntas. Nessa sequência também eu gostaria de fazer uma e perguntar porque não foram aquelas colocadas em tempo por nenhum Professor Universitário ? Pois que se é fácil comprar um jornalista, condicioná-lo ou até mesmo despedi-lo não parece assim tão fácil fazer o mesmo a um Professor Universitário, que dispõe de um estatuto reforçado de estabilidade no emprego. É claro que é um facto inescapável que alguns deles só querem mesmo é saber de ciência, mas como também referiu o Cientista Sobrinho Simões, esses nunca perceberão nem as pessoas nem a vida. E claro está académicos destes aqui http://maismemoria.org/mm/2011/11/25/no ... tado-novo/ infelizmente já não se fabricam mais !


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
 
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos


Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 8 visitantes

 
 

 
Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar mensagens: Proibído
Apagar mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Alojamento oferecido por David A.