Registar    Entrar    Fórum    Pesquisar    FAQ     RSS

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos





Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: O canário no fundo da mina
 Mensagem Enviado: Quarta Jun 20, 2018 7:55 pm 
Offline
cientista assíduo
cientista assíduo

Registado: Quarta Dez 09, 2015 8:17 am
Mensagens: 281
Universidade/ Instituto: Minho
Depois desta inominável e inadmissível falta de vergonha
https://forum.bolseiros.org/viewtopic.php?f=8&t=7972

que levou à formulação de petição que em apenas um mês reuniu mais de 12.000 subscritores finalmente uma boa noticia https://www.publico.pt/2018/06/20/despo ... ol-1835165

Como todos sabem antigamente usaram-se canários nas minas de carvão como detectores de monóxido de carbono e outros gases inodoros, assim que os canários começavam a morrer sabia-se que o perigo estava a chegar dando aos mineiros tempo suficiente para fugirem. Quando um banco, entidades que usualmente não se coíbem de lavar dinheiro dos piores escroques que andam neste Planeta resolve retirar-se do negócio da bola percebe-se que não o faz porque os seus responsáveis foram tocados pela inspiração divina, antes porque percebem que o perigo está a chegar e que se não fugirem dele a médio prazo se arriscam a prejudicar gravemente o negócio bancário. Estão por isso de parabéns os banqueiros do BCP (onde diga-se de passagem não tenho conta) porque mostram ter a clarividência que falta ao representantes do próprio poder politico, tão empenhados que andam a bajular os donos da bola mas que um dia deste quando abrirem os olhos e ganharem vergonha na cara fugirão deles quase como se tivessem lepra.

________________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 19 de Junho de 2018 13:10
Assunto: A normalização do racismo

https://www.sabado.pt/desporto/detalhe/fascista-machista-e-racista-eis-o-novo-treinador-do-sporting

Recentemente e por via de acórdão do tribunal da Relação do Porto assistiu-se a uma quase normalização de certos actos de corrupção como comentado aqui viewtopic.php?f=8&t=8018

e agora aquele clube que nas últimas semanas têm ocupado o tempo das televisões e jornais, quase como se os Portugueses não tivessem assunto mais premente em que pensar, que já tinha candidato declaradamente racista disponível para liderar a sua excelsa claque não admira que agora tenha contratado novo treinador com passado claramente racista. Para compor o ramalhete já só falta agora que as claques daquele clube passem a esticar a mão direita quando voltarem a cantar aquele seu muito conhecido êxito https://www.ojogo.pt/multimedia/videos/interior/polemico-cantico-da-claque-do-sporting-ai-quem-me-dera-que-a-bancada-do-estoril-9055947.html

Quando até mesmo o povo Brasileiro, aquele do país do futebol, passou a preocupar-se muito mais com os graves problemas que tem de suportar quotidianamente e menos com os sucessos do escrete canarinho é paradoxal que em Portugal um país onde não faltam problemas como por exemplo uma pobreza teimosamente persistente, uma riqueza no topo da sociedade igualmente persistente muitas vezes por via da corrupção do poder politico ou um PIB/capita que corre rápida e inexoravelmente para a cauda da Europa, ainda assim haja quem (servindo pura agenda comercial ou outra mais reprovável ainda) continue apostado em anestesiar o povo deste país com os feitos dos heróis da bola, que no final das contas não resolverão um único dos problemas de Portugal, servindo a narrativa no máximo para "estupidificar o país" como escreveu o Pacheco Pereira em artigo aqui https://www.publico.pt/2018/06/09/sociedade/opiniao/a-nossa-cocaina-caseira-1833760 bem melhor do que aquele comentado no email abaixo.

_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 19 de Maio de 2018 10:32
Assunto: Na 25ª hora o historiador/mestre pensador acordou e disse. Porém tarde piou.

https://www.publico.pt/2018/05/19/despo ... os-1830579

Finalmente fez-se luz e todos ou quase todos veem agora no jogo da bola aquilo que ele é há já bastante tempo, ainda antes mesmo daquele conhecido caso ocorrido há uma década atrás que envolvia árbitros e prostitutas, a tal famosa fruta para dormir.

https://www.jn.pt/justica/dossiers/apit ... 88634.html

Elucidativo é que mesmo depois desse edificante caso os senhores deputados e até outros políticos com mais responsabilidades nunca acharam por bem enjeitar convites de dirigentes desportivos, alguns apenas para não perderem votos das massas mas outros porém quase parecia que lhes era acto natural chafurdar em tal lamaçal quiçá alimentando o sonho deles próprios poderem vir um dia a ocupar uma tal cadeira.

Um último comentário sobre o Expresso de hoje, cujos responsáveis pariram Editorial a pág. 34 onde choram lágrimas de crocodilo sobre a polémica que envolve o clube Sporting, trata-se porém do mesmo semanário cujos mesmos responsáveis acharam boa ideia há precisamente uma semana atrás ocupar a revista com 8 longas páginas em entrevista ao famoso dirigente daquele clube, quase como se fosse figura de Estado ou figura de idêntica importância. No mesmo semanário patética é também a crónica do Miguel Sousa Tavares, que aparte alguns lugares comuns sobre os problemas do Benfica e do Sporting acha que o clube dele não faz parte do mesmo problema só porque têm um presidente estável há 26 anos, que segundo ele "percebe do assunto" ! Este ainda não acordou ou então sofreu AVC e varreu-se-lhe da memória a fruta de dormir e as conhecidas diatribes das claques do FCP, chefiadas por ilustre figura que ultimamente se anda a estrear na composição lírica
http://www.sabado.pt/desporto/detalhe/a-infancia-o-porsche-e-as-polemicas-de-macaco


_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 13 de Maio de 2018 12:42
Assunto: O exercício lava-jato em curso

O exercício lava-jato em curso da porcaria que de há poucas décadas a esta parte cobriu aquele belo jogo, comentado abaixo, é hoje no Público protagonizado pelo "jovem" deputado Pedro Marques, ex-secretário de estado no curto Governo do Pedro Santana Lopes. Para lá do amor que declara ao FCP e ao Boavista e também ao magnifico jogo onde recentemente uns adeptos Portugueses foram presos na Itália e outros por cá andaram a concorrer com o festival da Eurovisão com elucidativa canção onde diziam que arrancavam a cabeça a alguém, salva-se e saúda-se pelo menos a rapidez com que aquele logo rejeitou a hipótese de vir no futuro a exercer cargo desportivo, pois que já deve ter percebido que a estima que em geral os Portugueses nutrem hoje pelos dirigentes desportivos, todos os dirigentes desportivos, já teve melhores dias façam lá os exercícios lava-jato que fizerem. É claro que ainda estamos longe de ver o dia em que por cá fizerem o que fizeram na Alemanha, onde muitos gostam da bola, mas não viram problema de maior na prisão por fuga ao fisco do conhecido e poderoso Presidente do Bayern de Munique e o qual ainda assim deu provas de elevada integridade ao não enveredar por uma litigância que só o diminuiria ainda mais aos olhos dos seus compatriotas:

"After discussions with my family I have decided to accept the ruling of the Munich court on my tax affairs. I have instructed my legal representatives not to appeal the verdict. This corresponds to my understanding of integrity, decorum and personal responsibility,"

Situação que jamais ocorreria neste país pelo facto da vergonha ser sentimento raro, inclusive como mostra o passado, nos mais altos cargos da nação, ainda pelo facto da Lei Portuguesa curiosamente permitir a litigância até à prescrição daqueles que a podem pagar, como como também pelo risco da prisão de conhecido presidente de futebol poder neste país conduzir a suicídios em massa e poder até eventualmente pôr em causa a própria República.

______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 16 de Abril de 2018 8:00
Assunto: Pouco recomendável e até bastante perigoso

Sobre aquele conhecido e tribal modo de vida acerca do qual escreveu recentemente o historiador Rui Tavares, abaixo, é interessante constatar que há pouco tempo começaram a aparecer na imprensa anúncios pagos pela Liga Nós em que conhecidos Portugueses dizem maravilhas do referido.

Um dos mais recentes diz respeito ao septuagenário João Lagos, que na sua juventude esteve quase a fazer carreira no mesmo antes de se virar para outra arte. Os anúncios são um primor em termos de branqueamento, pintando o referido jogo em contextos idílicos de pureza quase virginal mas que na verdade nada tem que ver com a realidade que foi comentada nos emails abaixo, quase fazendo lembrar os antigos anúncios relativos à publicidade ao tabaco cujo consumo chegou inclusive a ser publicitado nos EUA, até 1953, através de anúncios onde participavam médicos, vide artigo de título "The Doctors’ Choice Is America’s Choice: The Physician in US Cigarette Advertisements, 1930–1953" https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1470496/

Mas em vez de conseguirem reabilitar a péssima imagem do tal jogo os referidos anúncios mais parecem um evidente sinal de desespero. Não sendo futurólogo não me espantaria que daqui a algumas poucas décadas o tal jogo da bola fosse visto da mesma forma que hoje se olha para o consumo de tabaco. Pouco recomendável e até bastante perigoso se consumido em doses excessivas.

_______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 11 de Abril de 2018 13:01
Assunto: A tríade negra

Hoje o historiador Rui Tavares escreve no Público sobre clubismo, tribalismo e nacionalismo.

https://www.publico.pt/2018/04/11/polit ... ca-1809866

Porque há coisas que são por demais evidentes como se escreveu abaixo em Março e Fevereiro deste ano.

Resta somente saber por quanto mais tempo é que a academia irá continuar a pactuar, por omissão de rejeição, com essa tríade negra ?

______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 11 de Março de 2018 8:22
Assunto: A divided Academia between naivety and blindness

Still following the emails below and the replies on them that I received in February of a few (very very few 0.01%) number of Colleagues I can´t stop thinking that those (and other silent ones) still have a naive idea about the nature of competitive sports like soccer. Unfortunately, the time of fair play sport ended long time ago. Today competitive soccer is just the place in which corruption goes hand in hand with hate mongering helping the rise of far right extremism https://www.thesun.co.uk/sport/football ... -juventus/

It almost seems that not much has changed in soccer after the Heysel tragedy. Yes its true there are less dead on arrival-DOA. In my own country fans of top soccer clubs have bizarre chanting "traditions" hoping for the death of adversaries an even mocking about real dead cases that took place in soccer stadiums.

https://www.stuff.co.nz/sport/91595569/ ... ash-chants

And the most strange is that some colleagues in Academia (here and abroad) also share that " irrational devotion" for soccer. The idea of an academic behaving like a territorial male is so disgusting that cannot even be rationalized. In the several unwritten offenses that Academia should watch on their Faculty (that fall out of the rule of law) hate mongering seems to be one of the worst kind. Not only because it´s incompatible with the Academic mission but also because it borders terrorism, something that has absolutely no place in a type 1 civilization.

______________________________________________________________________
De: F. Pacheco Torgal
Enviado: 15 de Fevereiro de 2018 8:05
Assunto: Another relic of the XX century that academia does not need

Competitive sports are just a die hard relic of the XX century but the most bizarre thing is that Universities fell in temptation to please a rising sport market and as a consequence sport performance has even become a science worth university status.

Competitive sports are just something that comes from a past of survival, of competition to the death, of winners and losers, of us versus them. Of race improvement and eugenics. Of males fighting each other in order to be able to mate with many females as possible to pass their "superior" genes. That´s a narrative that we do not need in the 21 century. Even Olympic games make no sense in the 21 century because the heroes (the role models) of this century ought to be those that help Humanity to solve their many and worrying problems not those that spend thousands of hours training in or order to be the human that runs faster, jumps higher or that throws a heavy object to a longer distance. That´s nothing more than a meaningless and unsustainable waste of resources.

To make things even worse let´s not to forget that for instance sports teams in the Universities in US have a long record of scandals including forging the grades of thousands of students, match fixing, you name it. And the recent Nassar scandal is a very good example of how a university reputation can be tainted for such connections. The simple fact that highly competitive sports are now more and more associated to the doping industry and the multimillion rising match fixing would be reason enough for universities to avoid such dark area.

https://www.forbes.com/sites/roomykhan/ ... ced36c75ec

http://www.spiegel.de/international/bus ... 54610.html

If the work of the intellectuals is to transform the unthinkable into plausible it would be a great achievement if academia were able to convince society about how highly competitive sports keep us imprisoned to our tribal past thus preventing the advancement of Humanity towards the type 1 civilization that we need and hope to become.


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
 
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 1 mensagem ] 

Índice do Fórum » Geral » Novidades, Notícias e Avisos


Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Google [Bot] e 2 visitantes

 
 

 
Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar mensagens: Proibído
Apagar mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Pesquisar por:
Ir para:  
Alojamento oferecido por David A.