Registar    Entrar    Fórum    Pesquisar    FAQ     RSS

Índice do Fórum » Assuntos a debate » Prioridades e estratégias


Regras do fórum


"Prioridades e estratégias"; cujo objectivo é a discussão daquilo que os bolseiros consideram ser as prioridades para a melhoria das suas condições enquanto jovens investigadores e as estratégias a seguir para atingir os objectivos propostos.



Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 11 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Calendario e Processo de candidaturas a bolsas da FCT
 Mensagem Enviado: Terça Set 26, 2006 5:03 pm 
Offline
Direcção da ABIC
Direcção da ABIC

Registado: Quinta Jun 10, 2004 9:11 pm
Mensagens: 17
Localização: ISPA
A ABIC elaborou um documento intitulado "Proposta da ABIC sobre o processo de candidaturas a bolsas da FCT", que procura dar um primeiro contributo para aumentar a clareza do processo de atribuição de bolsas da FCT.
O documento ficará disponível neste Fórum até à próxima terça-feira (dia 3 de Outubro) para vossa apreciação. Contamos incorporar as sugestões que surgirem e depois enviar a versão final do documento para o presidente da FCT com conhecimento ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Para fazer o download do documento:

http://www.bolseiros.org/pdfs/PropostaC ... et2006.pdf


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Quarta Set 27, 2006 7:52 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Sexta Mar 10, 2006 5:02 pm
Mensagens: 9
Localização: AGROSCOPE Reckenholz-Taenikon Research Station ART, Zurich
Caros colegas,

Candidatei-me a uma bolsa post-doc, para a qual a avaliação foi positiva. Tento contibuir com a experiência da minha candidatura.

Antes de mais devo dizer que se poderia propor à FCT elaborar um documento deste estilo (ftp://ftp.cordis.europa.eu/pub/fp6/docs/calls/mariecurie-action/handbook_eif_200501_en_pdf.zip) em especial na página 8

2a - Este foi um dos problemas que tive. Quando se lê no site da FCT que as candidaturas estao abertas todo o ano fiquei descansado em escrever a minha consoante o tempo que tinha. Por acaso telefonei para a FCT e perguntei quanto tempo demoravam a avaliar a candidatura. Eles disseram que cerca de 3-4 meses... e chamaram-me a atenção que a avaliação era dali a uma semana. Eu comecei a ficar "branco" e perguntei qual a razão e porque não está isso explicito no mesmo sitio (por exemplo aqui http://www.fct.mces.pt/pt/concursosabertos/concurso2006/ ). Eu não tenho a certeza mas na altura não estava nesta página ( http://www.fct.mces.pt/pt/apoios/bolsas/calendario/) explicito "As avaliações decorrem juntamente com as candidaturas a BD.". Como dizia, eu perguntei a razão e eles disseram-me que faziam desta maneira para cortar nos custos dos avaliadores. TEM LÓGICA. Apenas deveriam ser mais explicitos para que se sigam as conformidades sem surpresas.

Dito isto, salto para o ponto anterior (1) relativamente às BD. Não entendo porque é que há prazos de candidatura... Se tudo é feito informaticamente e se só é avaliada as candidaturas que são lacradas, penso que apenas bastava dizer "As candidaturas lacradas até dia X à hora H serão avaliadas no período N".

Poderá haver alguma falta de organização no serivço informático mas isso jé um problema da FCT... contratem pessoas competentes!:

Citar:
Em Março/Abril comecei a preencher o formulário electrónico de candidatura às bolsas de mestrado, mas por vários motivos decidi não me candidatar. Tentei apagar os dados inscritos e não consegui. Liguei para a FCT dizendo que não conseguia apagar a minha candidatura e que findo o prazo esta não tinha sido por mim lacrada ou selada. Fiz questão de vincar que não me considerava candidata, de tal forma que nem enviei para a FCT cartas de referência nem certificados de licenciatura e notas. Responderam-me que não me preocupasse, que se a candidatura não tinha sido selada, os dados por mim introduzidos não seriam levados em conta nem colocados à apreciação de um júri. Pois não é que acabo de receber um email da FCT a dizer que não recebi bolsa! Pudera, com os poucos dados que deixei na minha página electrónica não lacrada e nem sequer tendo enviado a necessária documentação em papel!!!! O que foi extremamente desagradável foi pensar que tais dados foram de facto, e ao contrário do que me foi dito, levados em conta e postos à apreciação de um júri!! Então lacrar ou não lacrar uma candidatura não faz diferença? A FCT não responde aos meus pedidos de esclarecimento.


3a - (ver a sugestao do documento Marie Curie acima referido)

3b1 - Penso que não me valeria de nada ter as avaliações dos outros candidatos se não tiver também acesso à candidatura proposta. Como é que daria para perceber que a proposta foi bem avaliada ou não, comparativamente com a minha?

3b2 - Se a classificação já está no site da FCT para quê divulgar outra vez? Penso que não é bom duplicar informação na internet... o que geralmente dá problemas de actualização. A possível divulgação deverá sim ter um link para o site das unidades.

3b4 - Outra vez um link para a página pessoal do orientador. Nem todos os orientadores devem ter uma página pessoal mas já era tempo de SER OBRIGATORIO!! Hoje em dia não faz sentido não ter informação a não ser que os investigadores se queiram fossilizar em cada escritorio... Se cada orientador não tiver essa informação disponível, então sim, deveria ser obrigado a formecer o currículo incluindo as ultimas publicações. E não ser obrigatório para os que já têm essa informação na internet... (deste modo era tb meio passo para colocar a informação na internet)

Penso que por agora é tudo esperando poder ter contribuido com alguma coisa

Abraço


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Quarta Set 27, 2006 9:08 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quinta Jan 26, 2006 4:41 pm
Mensagens: 11
Localização: Faculdade Ciências Universidade Porto
Viva,

Uma questão que eu penso que é necessário clarificar é a aceitação de licenciaturas e mestrados condicionais. Deve haver uma política comum e bem definida para estas situações.

Cumprimentos


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Proposta da ABIC- processo de candidaturas a bolsas da FCT
 Mensagem Enviado: Quarta Set 27, 2006 10:34 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quarta Set 27, 2006 9:42 am
Mensagens: 2
Localização: Universidade de Évora/Leeds
Caros colegas,

Relativamente ao documento apresentado pela ABIC com propostas sobre a candidatura a bolsas da FCT tenho alguns comentários a fazer.

Penso que deveria estar mais clara a distinção entre dois problemas: o problema da calendarização e o problema dos critérios de avaliação.

A meu ver o problema dos critérios é mais grave. Certamente a calendarização está em parte relacionada com burocracias a que a própria FCT está sujeita a partir de cima. De qualquer modo concordo com as propostas apresentadas relativamente a esse ponto. O problema do documento tal como está é que inclui numa secção chamada “ Períodos de Publicação das Avaliações”, propostas relativas à definição de critérios de avaliação mais objectivos. Proponho que se dê mais ênfase a esta proposta numa secção específica.

O grande problema destas avaliações é que o painel de avaliação não é independente: os investigadores do painel fazem parte dos quadros científicos ou de docência das instituições de acolhimento dos próprios bolseiros, com as suas amizades e inimizades, que caracteriza qualquer comunidade de profissionais. Os bolseiros estão por isso sujeitos a avaliações enviesadas caso não estiverem definidos critérios bem claros de avaliação do mérito dos candidatos, das suas propostas e mérito dos orientadores. A única excepção é o caso da avaliação das instituições em que a FCT apresenta uma tabela em que qualquer candidato consegue avaliar de forma clara a sua instituição de acolhimento (mesmo assim são inúmeros os “erros” de avaliação).

A ABIC deveria assim propor neste documento o estabelecimento de um determinado sistema objectivo de pontuação segundo critérios bem claros e que seja disponibilizado aos candidatos de forma a que qualquer candidato pudesse chegar a uma avaliação no mínimo idêntica à avaliação por parte do painel. A componente mais subjectiva da candidatura é a proposta de trabalhos, mas mesmo relativamente a esta componente não era difícil definir-se critérios minimamente objectivos.

Esta medida era para o bem de todos, incluindo a própria FCT que certamente evitaria receber reclamações em tão grande número como, segundo o comunicado divulgado na sua página, sucedeu este ano.

De qualquer modo não estou com isto a sugerir que se proponha um sistema concreto de pontuação neste documento. Proponho sim que se apresente uma lista de critérios que deveriam ser sujeitos a uma pontuação objectiva a ser definida pela FCT.

Por exemplo no caso das candidaturas a Pós-doc proporia os seguintes critérios relativamente ao Mérito dos candidatos:

1. Nº de publicações em revistas com arbitragem científica (incluindo in press e co-autorias).
2. Soma (ou média) dos factores de impactes das revistas (por exemplo apenas para questões de desempate).
3. Média de curso
4. Nº de bolsas de Pós-doc que usufruiu no passado
5. Situação profissional (se é empregado ou não).


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Quarta Set 27, 2006 10:57 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Sexta Ago 25, 2006 10:29 am
Mensagens: 19
Localização: University of Leicester
Citar:
O grande problema destas avaliações é que o painel de avaliação não é independente: os investigadores do painel fazem parte dos quadros científicos ou de docência das instituições de acolhimento dos próprios bolseiros, com as suas amizades e inimizades, que caracteriza qualquer comunidade de profissionais. Os bolseiros estão por isso sujeitos a avaliações enviesadas caso não estiverem definidos critérios bem claros de avaliação do mérito dos candidatos, das suas propostas e mérito dos orientadores.


Concordo contigo neste aspecto.

Acho que no entanto se deve dar bastante importancia AOS DOIS pontos que referiste:
- calendarizacao: permitindo um melhor planeamento por parte dos candidatos a bolseiro, respectivos orientadores e as proprias instituicoes de acolhimento (se estas se quiserem dar ao trabalho de englobar este aspecto nos seus procedimentos)
- Avaliacao: definicao dos paineis, independencia, criterios bem definidos


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Sábado Set 30, 2006 12:00 am 
Offline
Site Admin
Avatar do utilizador

Registado: Quinta Abr 22, 2004 3:00 pm
Mensagens: 403
Localização: http://www.bolseiros.org
Universidade/ Instituto: ABIC
(mensagem recuperadas, para mais informação ver viewtopic.php?t=1525 )

vneto Escreveu:
Para a estatistica: Acho que globalmente está aceitavel e é um
bom primeiro documento para o inicio da discução entre a ABIC e a FCT.


HugoS. Escreveu:
Estimados colegas,

Após leitura do conjunto de propostas elaboradas pela ABIC para alteração do procedimento geral de candidaturas a bolsas individuais da FCT, não posso deixar de manifestar a minha total concordância com o mesmo conteúdo. Penso mesmo ser uma questão de bom senso a exposição de propostas que levam em conta as reais necessidades de um processo desta natureza.

Gostaria apenas de acrescentar uma proposta de alteração, que deixo já a consideração do forum a fim de ser discutida.

Como referi anteriormente neste forum "é pouco transparente que continuem a existir conflitos de interesses, a saber, situações (dificieis de controlar) em que no painel de avaliação estão investigadores que acumulam a função de avaliadores e orientadores de candidatos ao mesmo concurso."

Por outro lado "porque não incluir nos próximos paineis, uma percentagem significativa (50%) de investigadores estrangeiros?"

E também porque não criar um guião de avaliação que seja mais específico relativamente à pontuação atribuida aos dados curriculares do candidato, a saber, a experiência profissional (académica e de campo) no domínio, as publicações científicas, os trabalhos aprsentados em congressos e a formação complementar?

Tal situação, penso, poderia melhorar a credibilidade do processo de avaliação.

Um Abraço.

HS.

_________________
A Moderação do Fórum dos Bolseiros
http://forum.bolseiros.org/


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Domingo Out 01, 2006 5:54 pm 
Offline
Direcção da ABIC
Direcção da ABIC

Registado: Quinta Jun 10, 2004 9:11 pm
Mensagens: 17
Localização: ISPA
Em relacção à questão dos critérios de avaliação a ABIC achou melhor não incluir este ponto neste documento. Tal decisão deveu-se a:
1) a ABIC querer que este documento saia o mais rapidamente possível, como resposta a este concurso que foi (está a ser) particularmente atribulado e moroso
2) a avaliação ser um assunto que exige uma ampla discussão para que se chegue a uma proposta completa e consensual
3) teremos que ouvir opiniões de pessoas que trabalham em diferentes áreas (existem questões de avaliação que são características de determinadas áreas)

Assim, a ABIC optou por lançar este documento no prazo de 2 semanas e está a planear uma estratégia para elaborar um outro documento apenas sobre os critérios de avaliação dos candidatos.
Notem que na introdução do documentos referimos "Não pretendemos esgotar aqui a abordagem de todas as vertentes do concurso que, em nosso entender, merecem uma reflexão com vista à introdução de eventuais melhorias. É o caso, designadamente, da avaliação."

Vera


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Quarta Out 04, 2006 11:04 am 
Offline
Sócios
Sócios
Avatar do utilizador

Registado: Sábado Abr 24, 2004 3:22 pm
Mensagens: 1073
Localização: Melbourne, Australia
Universidade/ Instituto: Australian Synchrotron
Citar:
Caros colegas,

Há umas semanas atrás apresentámos uma proposta sobre o processo de candidaturas a bolsas da FCT e colocámos o mesmo texto à discussão no fórum ( http://forum.bolseiros.org/viewtopic.php?p=5324#5324 ). A ideia era apenas a de iniciar a discussão deste tema, deixando ao critério da ABIC usar parte (algumas ideias) ou nada do seu conteúdo. Ficámos contentes ao saber que este documento tinha sido discutido pela Direcção da ABIC e que esta formulou uma nova proposta tendo como base parte da proposta apresentada por nós. Em comentário a um dos documentos intermediários escrevemos uma carta à direcção da ABIC ( http://w11.easy-share.com/647089.html ), onde entre outros aspectos, salientamos que o centro da nossa proposta baseava-se em dois aspectos:

- Separar as discussões sobre (a) critérios de avaliação e (b) procedimentos, prazos e divulgação de resultados desse mesmo processo de avaliação;
- Apresentação de listas com resultados de avaliações e imediata possibilidade de recurso antes da atribuição final de bolsas (ver tabela).

Entretanto houve uma série de discussões no Fórum e um documento elaborado com carácter mais definido foi redigido. Gostaríamos de deixar alguns comentários adicionais aos referidos na carta de 21 de Setembro de 2006:

1. Temos sérias reservas em relação à discussão da divulgação do conteúdo dos planos de trabalho a concurso. Pensamos que existem questões de defesa de propriedade intelectual que podem inviabilizar futuros financiamentos;
2. Em relação à divulgação de uma série de outros elementos de avaliação, pensamos ser importante na medida que maior clareza nos processos de avaliação leva geralmente a maior justiça e objectividade nesses processos. No entanto, essa clareza têm que servir a tranquilidade do processo em si, servindo simultaneamente avaliados e avaliadores. Ou seja, essa divulgação e o momento em que decorre não podem por em causa a qualidade, objectividade e a tranquilidade do processo de avaliação. Pensamos que a separação dos momentos temporais em que acontece o processo de avaliação, seguido de recursos sobre essas avaliações e de atribuição final de bolsas (ver tabela) seja uma forma de alcançar esse objectivo;
3. Em resultado da discussão que decorreu no seio da ABIC, a proposta sobre o processo de recursos decorrer antes da atribuição final de bolsas foi retirada. No entanto, no documento proposto essa proposta mantêm-se na tabela, com as incongruências daí resultantes e confusões geradas;
4. A celeridade e clareza do processo beneficiaria com a divulgação da seriação dos candidatos, de preferência com a respectiva classificação global, imediatamente a seguir à avaliação do painel. Pensamos que a manutenção desta proposta no documento final seria importante;
5. Continuamos a considerar importante a separação de procedimentos, prazos e divulgação de resultados dos de critérios de avaliação. Em relação à discussão dos critérios de avaliação, pensamos que a proposta de fazer um dia de reflexão convidando elementos de vários sectores (Agências de Financiamento de Ciência, Orientadores e Investigadores, Bolseiros, profissionais R&D, governantes) seria importante para que se obtenha um resultado consequente e credível.

Queremos ainda reiterar que não temos qualquer ambição que a ABIC procure seguir ou conciliar estas propostas finais com as nossas iniciais. Cabe à ABIC gerir esse processo. Gostaríamos ainda de deixar aqui o nosso agradecimento à ABIC e votos de continuação de bom trabalho.

Carlos Baleizão (Pós-doc FCT)
Frederico Ferreira (Pós-doc FCT)

_________________
Wolf Credo: "Respect the elders, Teach the young, Cooperate with the pack, Play when you can, Hunt when you must, Rest in between, Share your affections, Voice your feelings, Leave your mark."
---
Visita o Guia do Bolseiro


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Quarta Out 04, 2006 4:31 pm 
Offline
Direcção da ABIC
Direcção da ABIC

Registado: Quinta Jun 10, 2004 9:11 pm
Mensagens: 17
Localização: ISPA
A versão final do documento já está disponível na página da ABIC.:
http://www.bolseiros.org/pdfs/processo_ ... ro2006.pdf

Obrigada a todos pelas sugestões!


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem:
 Mensagem Enviado: Quarta Out 11, 2006 7:57 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Sexta Mar 10, 2006 5:02 pm
Mensagens: 9
Localização: AGROSCOPE Reckenholz-Taenikon Research Station ART, Zurich
Com a participação neste tópico, é pena que a diferença entre o documento de setembro e o final seja apenas a adição de uma linha no tópico 3b.

"Seriação dos candidatos com a respectiva classificação."


Se a intenção era participar na elaboração do documento, pouco se fez para alterar/melhorar o documento de setembro. E, naturalmente, se pouco se fez, é porque serviram de nada as sugestões presentes aqui no forum. Logo evitem por favor "Obrigado a todos pelas sugestões" (falo obviamente por mim).

Se:.
Citar:
1) a ABIC querer que este documento saia o mais rapidamente possível, como resposta a este concurso que foi (está a ser) particularmente atribulado e moroso
2) a avaliação ser um assunto que exige uma ampla discussão para que se chegue a uma proposta completa e consensual
3) teremos que ouvir opiniões de pessoas que trabalham em diferentes áreas (existem questões de avaliação que são características de determinadas áreas)


Penso que não vale a pena colocar estes documentos no forum para discussão. E tempo mal gasto para os que discutem. Elaborem o documento e publiquem-no.


PS. que já não vale muito a pena:
Ainda em relação ao documento há uma discrepância na calendarização. Se se propõe duas datas de avaliação para os post-docs (que eu discordo) por que é que essas datas não estão presentes no "Exemplo de calendário". Este está nitidamente a "pensar" em BD e não em BPD


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Proposta da ABIC sobre o processo de candidaturas a bolsas d
 Mensagem Enviado: Quarta Out 11, 2006 10:41 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quarta Set 27, 2006 9:42 am
Mensagens: 2
Localização: Universidade de Évora/Leeds
Caros colegas,

Acabei de ler a versão final da proposta da ABIC sobre o processo de candidaturas a bolsas da FCT. Queria apenas alertar aos colegas que redigiram esta proposta para algumas imperfeições ao nível da redacção. Por exemplo no ponto 3b:

"Assim sugerimos a divulgação de: (seguem-se vários pontos incluíndo este: 8. Afigura-se-nos como injustificável a existência de discrepâncias nos critérios aplicados em candidaturas avaliadas...". Não só o assunto nada tem que ver com o nome da secção "Períodos de Publicação das Avaliações" como, se lerem atentamente, o parágrafo não faz o menor sentido do ponto de vista gramatical.

Sei que já é tarde mas serve apenas de chamada de atenção para terem mais cuidado na redacção de futuras propostas.

Cumprimentos,
Pedro


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
 
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 11 mensagens ] 

Índice do Fórum » Assuntos a debate » Prioridades e estratégias


Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

 
 

 
Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar mensagens: Proibído
Apagar mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Pesquisar por:
Ir para:  
Alojamento oferecido por David A.