Registar    Entrar    Fórum    Pesquisar    FAQ     RSS

Índice do Fórum » Geral » Perguntas / Apoio ao Bolseiro





Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 9 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctamente
 Mensagem Enviado: Quarta Maio 02, 2018 8:45 pm 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quarta Abr 25, 2018 1:39 am
Mensagens: 13
Universidade/ Instituto: N/A
Boas,

Sou mestre na área de ciências biomédicas e tenho-me candidatado a várias bolsas de investigação. Fiz um projecto de investigação durante o meu curso, depois fui para o mercado de trabalho e passado 1 ano e meio estou novamente a considerar a hipótese de voltar à academia.
A minha procura não tem sido muito direccionada visto que achei que se não fosse muito específica na área e me candidatasse a várias bolsas, teria maior chance de ser seleccionada para uma. Tendo em conta que ainda não tenho grande experiência que me condicione para uma área em concreto candidatei-me a bolsas em biologia molecular (área de neurociências, oncobiologia e microbiologia essencialmente), química medicinal e química alimentar. De todas estas áreas tenho um grande interesse na área de ciência/química alimentar. Acho os projectos muito interessantes e com um grande potencial para aplicações práticas e parcerias com actores industriais locais, além de terem um grande potencial para ajudar a valorizar recursos alimentares do país.

A semana passada fui contactada a dizer que tinha sido seleccionada para uma bolsa. Foi algo um pouco abrupto visto que nem me chamaram para entrevista por isso fiquei surpresa e apanhada desprevenida. Vamos-lhe chamar bolsa A para simplificar. A bolsa é na área de química medicinal, mais virada para síntese de moléculas com potencial terapêutico e requer que me mude para Lisboa (sou do Norte).

Entretanto, recebi a notificação para um entrevista numa bolsa na área de ciência alimentar. Vamos chamar-lhe bolsa B. Esta bolsa é no Porto, logo mais perto de onde vivo, no entanto apenas é entrevista, ainda não sei se fui seleccionada.

Estou extremamente entusiasmada com a bolsa B. É perfeita, é precisamente o que quero, na área em que quero, com um bom grupo de investigação e ainda ia poupar um dinheiro em rendas. No entanto, como é óbvio ainda não sei se fui seleccionada e a entrevista é apenas na segunda.

Entretanto, já sei que fui seleccionada para a bolsa A. Na altura em que fui contactada disse que não podia dar uma resposta definitiva porque estava à espera de resposta para outros processos de recrutamento, no entanto, estava a ponderar aceitar.

Não quero deixar o grupo de investigação da bolsa A pendurado. É um grupo bom de um instituto com boa reputação e tenho todo o respeito pelo trabalho deles além de estar muito grata por me terem escolhido quando mais ninguém (nem mesmo da minha própria faculdade) me dava oportunidade. No entanto, a verdade é que se for seleccionada para a bolsa B, vou ter que recusar a bolsa A. Ainda tentei adiantar a entrevista para esta semana de forma a obter uma resposta mais rápida mas sem sucesso. Não quero deixar o grupo A à espera mais tempo, porque se eu recusar ao fim de 15 dias entretanto vão ter que chamar o candidato a seguir a mim e a pessoa pode não estar logo disponível para se mudar e aceitar a bolsa. Não quero atrasar-lhes os inícios dos trabalhos.

Mas por outro lado, não quero largar o pássaro que já está seguro para perseguir o pássaro que cobiço mas que ainda não sei se vai ser meu.

O que fariam na minha situação?

E já agora, estou a receber subsídio de desemprego. Devo suspender quando assinar contracto de bolsa?
Na segurança social não me sabem dizer ao certo porque as bolsas de investigação não são sujeitas a descontos para benefícios de desemprego, por isso à partida pelo que me dizem seria acumulável com o subsídio, mas duvido muito que seja possível acumular ambos porque a bolsa ainda é um valor alto...e mesmo que seja, prefiro suspender e retomar o subsídio quando a bolsa chegar ao fim.

Quando se suspende o subsídio para se voltar a retomar o recebimento de prestações é necessário que a entidade empregadora emita um modelo específico preenchido a dizer o motivo pelo qual iria ficar em situação de desemprego involuntário (neste caso o motivo seria não renovação do contrato bolsa). Numa entidade empregadora "normal" é fácil obter esse papel. No entanto não sei se é possível obter essa declaração quando as bolsas chegam ao fim. Alguém sabe?


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Sábado Maio 05, 2018 1:39 am 
Offline
cientista sempre presente
cientista sempre presente

Registado: Sexta Jul 29, 2005 10:06 am
Mensagens: 1407
Parte objectiva:
curiousbeing Escreveu:
E já agora, estou a receber subsídio de desemprego. Devo suspender quando assinar contracto de bolsa?


Tanto quanto sei não podes acumular a bolsa com subsídio de desemprego pois pelas cláusulas da exclusividade não podes receber outros subsídios. Terás quase de certeza de pedir suspensão do subsídio.

Fonte: Estatuto do Bolseiro, https://www.fct.pt/apoios/bolsas/estatu ... o.phtml.pt
Citar:
Artigo 5º
Exercício de funções
2. O desempenho de funções a título de bolseiro é efetuado em regime de dedicação exclusiva, não sendo permitido o exercício de qualquer outra função ou atividade remunerada, pública ou privada, incluindo o exercício de profissão liberal, salvo o disposto nos números seguintes.


curiousbeing Escreveu:
Quando se suspende o subsídio para se voltar a retomar o recebimento de prestações é necessário que a entidade empregadora emita um modelo específico preenchido a dizer o motivo pelo qual iria ficar em situação de desemprego involuntário (neste caso o motivo seria não renovação do contrato bolsa). Numa entidade empregadora "normal" é fácil obter esse papel. No entanto não sei se é possível obter essa declaração quando as bolsas chegam ao fim. Alguém sabe?

Tenho dúvidas que te passem essa declaração muito facilmente uma vez que não tens entidade empregadora, pois uma bolsa não é para efeitos legais um emprego. Mas por outro lado, como não tens emprego, talvez seja possível reactivar o subsídio de desemprego uma vez que para todos os efeitos não tinhas outro emprego... É como se tivesses por ex. parado para estudar (e se calhar quem te atender no IEFP achará exactamente isso por não conhecer a área)...
Também é possível que o teu orientador seja "boa pessoa" e esteja na disposição de te passar uma declaração a dizer que deixaste de ter bolsa de forma involuntária e o IEFP aceite, mas a instituição, leia-se a universidade, creio que o mais provável é que não o faça até porque, mais uma vez, não és empregada dela...

Parte subjectiva: A meu ver, se o que de facto mexe contigo é a bolsa "B" e também tens concorrido a outras, deves ir ao que indica o teu coração. Penso isso de uma forma geral, e nas bolsas de investigação mais ainda, as condições não são boas e a instabilidade é muita, portanto se não estás a fazer o que gostas, não vale por aí além a pena. Se não fores seleccionada na bolsa B haverás de ser seleccionada em outra das a que concorreste ou virás a concorrer.
Também conheço pouco a química alimentar mas provavelmente será muito distinta de química medicinal - leia-se síntese orgânica, tanto quanto sei, com muito pouco a ver com bioquímica, biologia, etc. que do que dizes dá-me a sensação ser mais a "tua praia"...
Claro que poderás também sempre aceitar a bolsa A e se fores aceite na bolsa B dizer ao teu orientador da A que tens muita pena mas desistes... Mas parece-me que não desejas isso... Nota que se ficares menos de 3 meses numa bolsa terás de devolver todas as importâncias que te tenham sido pagas - Art 7 Alínea 2 do Regulamento - https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/R ... sasFCT.pdf
Citar:
2. A duração da bolsa é, em regra, anual, renovável até ao máximo de cinco anos, não podendo ser concedida por períodos inferiores a três meses consecutivos.


Seja o que for que decidas, desejo-te boa sorte.


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Domingo Maio 06, 2018 1:36 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quarta Abr 25, 2018 1:39 am
Mensagens: 13
Universidade/ Instituto: N/A
Obrigado pela resposta!

Dirigi-me à segurança social e deram-me um e-mail da Direcção Regional para enviar a minha questão sobre se posso acumular o subsídio com a bolsa ou se devo suspender e se, caso suspenda, como posso retomar.

No IEFP não sabiam ao certo porque não são eles que pagam o subsídio de desemprego. No entanto deram-me o exemplo das bolsas de formação. Se a bolsa de formação tiver um valor superior ao subsídio de desemprego a pessoa fica com o subsídio suspenso e depois quando termina a formação, para retomar o subsídio, não precisa de entregar o modelo preenchido na segurança social que se entrega quando se é despedido de um trabalho normal. Basta comunicar que a formação terminou.

O que me preocupa mais é a Segurança Social e não a FCT. Li algures no regulamento do bolseiro que caso a pessoa esteja a receber outros subsídios deverá comunicar no momento de elaboração do contrato e se ambas as partes concordarem, poderá acumular ambos. No caso de participar em bolsa de investigação, no IEFP iria passar a estado de Inscrita-Ocupada, o que significa que não iria ser chamada para convocatórias nem para sessões de procura de emprego. Sendo assim, estaria em exclusividade a dedicar-me ao plano de trabalho da bolsa, receber o subsídio não influencia nada. Não sei até que ponto é arriscado suspender o subsídio sem garantias que quando terminar a bolsa o poderei retomar. Caso fosse possível preferia acumular ambas e meter o dinheiro do subsídio numa conta poupança a render para quando terminar a bolsa ter algum dinheiro para usar. O problema é se a Seg Social permite que se acumule ambos, vou esclarecer isso, mas de acordo com o Guia Prático do Subsídio de Desemprego, não há nada que diga que não posso acumular com bolsas de investigação.

Relativamente a qual bolsa escolher... the plot thickens. Porque entretanto recebi mais 3 propostas de bolsas e um processo de recrutamento que achava que não ia dar em nada para uma indústria farmacêutica, afinal deu em alguma coisa.


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Segunda Maio 07, 2018 12:31 am 
Offline
cientista sempre presente
cientista sempre presente

Registado: Sexta Jul 29, 2005 10:06 am
Mensagens: 1407
curiousbeing Escreveu:
Obrigado pela resposta!

Dirigi-me à segurança social e deram-me um e-mail da Direcção Regional para enviar a minha questão sobre se posso acumular o subsídio com a bolsa ou se devo suspender e se, caso suspenda, como posso retomar.

No IEFP não sabiam ao certo porque não são eles que pagam o subsídio de desemprego. No entanto deram-me o exemplo das bolsas de formação. Se a bolsa de formação tiver um valor superior ao subsídio de desemprego a pessoa fica com o subsídio suspenso e depois quando termina a formação, para retomar o subsídio, não precisa de entregar o modelo preenchido na segurança social que se entrega quando se é despedido de um trabalho normal. Basta comunicar que a formação terminou.

O que me preocupa mais é a Segurança Social e não a FCT. Li algures no regulamento do bolseiro que caso a pessoa esteja a receber outros subsídios deverá comunicar no momento de elaboração do contrato e se ambas as partes concordarem, poderá acumular ambos. No caso de participar em bolsa de investigação, no IEFP iria passar a estado de Inscrita-Ocupada, o que significa que não iria ser chamada para convocatórias nem para sessões de procura de emprego. Sendo assim, estaria em exclusividade a dedicar-me ao plano de trabalho da bolsa, receber o subsídio não influencia nada. Não sei até que ponto é arriscado suspender o subsídio sem garantias que quando terminar a bolsa o poderei retomar. Caso fosse possível preferia acumular ambas e meter o dinheiro do subsídio numa conta poupança a render para quando terminar a bolsa ter algum dinheiro para usar. O problema é se a Seg Social permite que se acumule ambos, vou esclarecer isso, mas de acordo com o Guia Prático do Subsídio de Desemprego, não há nada que diga que não posso acumular com bolsas de investigação.

Relativamente a qual bolsa escolher... the plot thickens. Porque entretanto recebi mais 3 propostas de bolsas e um processo de recrutamento que achava que não ia dar em nada para uma indústria farmacêutica, afinal deu em alguma coisa.

Olá.
Quanto a acumular subsídios penso que quase de certeza não será possível, não porque a Segurança Social/IEFP o impeçam (pois como dizes desde que não ultrapasse um dado montante podes fazê-lo) mas porque a FCT não o permitirá devido ao Estatuto de Exclusividade que mencionei. Mas aqui quem terás de contactar para ter uma resposta oficial é a FCT.
O que deves esclarecer bem com a Segurança Social (a meu ver) é se podes reactivar o subs. desemprego mais tarde, mas para isso também se note que terias de te "dar mal" e cancelar a bolsa de investigação, caso contrário será expectável que por lá te mantenhas pelo menos 1 ano e aí possivelmente já não poderás reactivar o subsídio.

Uma vez que tens Subs Desemprego então acho que ainda mais poderás ser selectiva e "dar-te ao luxo" de recusar ou não concorrer a bolsas de investigação que não sejam bem aquilo que desejas e aguardar um pouco por algo que se enquadre no que verdadeiramente desejas... Pois com certeza mais cedo ou mais tarde isso surgirá. Ou eventualmente podes ir fazendo formações, etc. mantendo-te com o subs. desemprego.

Boa sorte.


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Segunda Maio 07, 2018 7:06 am 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quarta Abr 25, 2018 1:39 am
Mensagens: 13
Universidade/ Instituto: N/A
Ola!

O subsidio de desemprego pode ser retomado até 3 anos após a suspensão.

Já contactei a FCT (mandei mail) na semana que passou e ainda não me responderam.

Mas eu continuo sem perceber como e que receber subsídio de desemprego afecta a minha exclusividade. É que não estaria a desenvolver nenhuma actividade em paralelo. Subsídio de desemprego não e um trabalho, não me ocupa tempo....


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Segunda Maio 07, 2018 12:05 pm 
Offline
cientista sempre presente
cientista sempre presente

Registado: Sexta Jul 29, 2005 10:06 am
Mensagens: 1407
curiousbeing Escreveu:
Ola!

O subsidio de desemprego pode ser retomado até 3 anos após a suspensão.

Já contactei a FCT (mandei mail) na semana que passou e ainda não me responderam.

Mas eu continuo sem perceber como e que receber subsídio de desemprego afecta a minha exclusividade. É que não estaria a desenvolver nenhuma actividade em paralelo. Subsídio de desemprego não e um trabalho, não me ocupa tempo....

Para a FCT durante muito tempo o que contava era outras remunerações... Acho que a escrita agora está ligeiramente diferente e menos ligada à "percepção de remunerações" mas mantém-se, e mesmo nas excepções supostamente previstas a FCT tem sido muito restritiva e normalmente levanta muitas chatices - e normalmente suspende as bolsas enquanto não é tomada uma decisão, o que pode demorar meses... Vê o Art. 5 do Estatuto do Bolseiro de Investigação e o Art 22 do Regulamento de Bolsas.
No que diz respeito ao Subs. Desemprego podes pensar que não interessa ao Estado pagar a uma pessoa em duplicado, por um lado com uma bolsa de investigação e por outro com subsídio de desemprego.
Boa sorte.


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Segunda Maio 07, 2018 2:24 pm 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quarta Abr 25, 2018 1:39 am
Mensagens: 13
Universidade/ Instituto: N/A
spca Escreveu:
curiousbeing Escreveu:
Ola!

O subsidio de desemprego pode ser retomado até 3 anos após a suspensão.

Já contactei a FCT (mandei mail) na semana que passou e ainda não me responderam.

Mas eu continuo sem perceber como e que receber subsídio de desemprego afecta a minha exclusividade. É que não estaria a desenvolver nenhuma actividade em paralelo. Subsídio de desemprego não e um trabalho, não me ocupa tempo....

Para a FCT durante muito tempo o que contava era outras remunerações... Acho que a escrita agora está ligeiramente diferente e menos ligada à "percepção de remunerações" mas mantém-se, e mesmo nas excepções supostamente previstas a FCT tem sido muito restritiva e normalmente levanta muitas chatices - e normalmente suspende as bolsas enquanto não é tomada uma decisão, o que pode demorar meses... Vê o Art. 5 do Estatuto do Bolseiro de Investigação e o Art 22 do Regulamento de Bolsas.
No que diz respeito ao Subs. Desemprego podes pensar que não interessa ao Estado pagar a uma pessoa em duplicado, por um lado com uma bolsa de investigação e por outro com subsídio de desemprego.
Boa sorte.


E eles sabem la? Eles não cruzam dados sequer! Se eu não subscrever o Subsídio Social Voluntário como e que a Segurança Social iria saber que eu estou a receber bolsa? Nem sequer e sujeito a IRS.

Já questionei a Seg Social e a FCT. Tenho que aguardar. Há alguma forma para que a FCT responda rapidamente? No site dizia que era melhor mandar mail do que ligar mas mesmo assim está lento...


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Segunda Maio 07, 2018 3:44 pm 
Offline
cientista sempre presente
cientista sempre presente

Registado: Sexta Jul 29, 2005 10:06 am
Mensagens: 1407
curiousbeing Escreveu:
(...)E eles sabem la? Eles não cruzam dados sequer! Se eu não subscrever o Subsídio Social Voluntário como e que a Segurança Social iria saber que eu estou a receber bolsa? Nem sequer e sujeito a IRS.

Já questionei a Seg Social e a FCT. Tenho que aguardar. Há alguma forma para que a FCT responda rapidamente? No site dizia que era melhor mandar mail do que ligar mas mesmo assim está lento...

Eu penso que em Portugal há uma probabilidade relativamente elevada que a FCT cruze os dados, ou envie a informação de quem são os seus bolseiros para alguém cruzar - mesmo que não de imediato. Mas não sei de fonte segura se alguém os cruza ou não. De facto penso que haverá muito poucos bolseiros que tivessem, para lá da bolsa, direito ao subsídio de desemprego, mas se calhar para garantir que não está ninguém a receber outros rendimentos até o poderão fazer.

Creio que para teres respostas rápidas só telefonando (penso que é melhor ligares para o geral da FCT (213 924 300) e pedir para a chamada ser passada ao Serviço de Formação de Recursos Humanos do que ligares directamente à FCT). Penso que se ligares para o número directo que eles indicam no site da FCT a probabilidade de não atenderem o telefone será sempre muito elevada. Mas conta que terás, de qualquer forma, de insistir um bocado e ficar bastante tempo "pendurada" ao telefone.
Boa sorte.


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
 Assunto da Mensagem: Re: Indecisa entre duas bolsas: ajuda p/ proceder correctame
 Mensagem Enviado: Segunda Maio 07, 2018 11:26 pm 
Offline
recém-chegado
recém-chegado

Registado: Quarta Abr 25, 2018 1:39 am
Mensagens: 13
Universidade/ Instituto: N/A
spca Escreveu:
curiousbeing Escreveu:
(...)E eles sabem la? Eles não cruzam dados sequer! Se eu não subscrever o Subsídio Social Voluntário como e que a Segurança Social iria saber que eu estou a receber bolsa? Nem sequer e sujeito a IRS.

Já questionei a Seg Social e a FCT. Tenho que aguardar. Há alguma forma para que a FCT responda rapidamente? No site dizia que era melhor mandar mail do que ligar mas mesmo assim está lento...

Eu penso que em Portugal há uma probabilidade relativamente elevada que a FCT cruze os dados, ou envie a informação de quem são os seus bolseiros para alguém cruzar - mesmo que não de imediato. Mas não sei de fonte segura se alguém os cruza ou não. De facto penso que haverá muito poucos bolseiros que tivessem, para lá da bolsa, direito ao subsídio de desemprego, mas se calhar para garantir que não está ninguém a receber outros rendimentos até o poderão fazer.

Creio que para teres respostas rápidas só telefonando (penso que é melhor ligares para o geral da FCT (213 924 300) e pedir para a chamada ser passada ao Serviço de Formação de Recursos Humanos do que ligares directamente à FCT). Penso que se ligares para o número directo que eles indicam no site da FCT a probabilidade de não atenderem o telefone será sempre muito elevada. Mas conta que terás, de qualquer forma, de insistir um bocado e ficar bastante tempo "pendurada" ao telefone.
Boa sorte.



Vou tentar por esse meio! Obrigado mais uma vez! :)


Topo 
 Perfil  
Resposta com citações  
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
 
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 9 mensagens ] 

Índice do Fórum » Geral » Perguntas / Apoio ao Bolseiro


Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 7 visitantes

 
 

 
Criar Tópicos: Proibído
Responder Tópicos: Proibído
Editar mensagens: Proibído
Apagar mensagens: Proibído
Enviar anexos: Proibído

Pesquisar por:
Ir para:  
Alojamento oferecido por David A.