Bolsa de doutoramento no estrangeiro

Coloca perguntas a qualquer dos bolseiros que por aqui passem.
Responder
julieta
recém-chegado
recém-chegado
Mensagens: 9
Registado: sexta set 24, 2010 7:09 pm
University/ Institute: uvigo

Bolsa de doutoramento no estrangeiro

Mensagem por julieta » sexta set 24, 2010 7:18 pm

Para obter uma BD no estrangeiro, tenho de residir lá ou basta estar matriculada numa Universidade estrangeira com um orientador da mesma universidade?

rui_barroselas
investigador em formação
investigador em formação
Mensagens: 71
Registado: terça mar 28, 2006 4:21 pm
University/ Institute: ???

Re: Bolsa de doutoramento no estrangeiro

Mensagem por rui_barroselas » sábado set 25, 2010 9:30 pm

Não tens que ter residência no país de acolhimento. Penso mesmo que nem sequer tens que estar matriculada...acho que o parecer do (futuro) orientador é suficiente...mas é melhor confirmares com alguém que tenha passado por este processo

ascosta
investigador em formação
investigador em formação
Mensagens: 73
Registado: quarta ago 26, 2009 8:21 pm
University/ Institute: Universitätsklinikum RWTH Aachen

Re: Bolsa de doutoramento no estrangeiro

Mensagem por ascosta » domingo set 26, 2010 11:52 am

Em relação à questão da residência no país de acolhimento, não sei quais são as regras. Não me lembro de ver nada acerca do assunto no regulamento, mas imagino que isso se deva ao facto da FCT deduzir que os bolseiros passem a residir no local de formação. É claro que outros cenários podem ser equacionados (e.g., trabalho de ordem mais teórica, Portugal-Espanha...) que não exigem obrigatoriamente a permanência no local de formação. Por isso na prática embora não me pareça impossível, acho que esta situação - receber bolsa de estrangeiro e permanecer em PT - seria um pouco injusta, principalmente quando considerada a diferença do valor da bolsa nacional e no no estrangeiro.

Tens no entanto de comprovar a aceitação na Universidade estrangeira, normalmente comprovando a existência de matrícula, aceitação em programa doutoral, etc. Dado que tens de comprovar a aceitação pela instituição que atribui o grau, o parecer do orientador e/ou instituição de acolhimento não são suficientes.

Ana

Responder